Investimento Florestal Radix

Rentabilidade X Risco de investimentos: qual é o equilíbrio ideal?

Os investimentos são uma boa opção para quem pretende aumentar a sua renda. Mesmo assim, nem sempre é fácil decidir qual escolher, principalmente por causa da variedade de opções e dos riscos envolvidos.

Entenda abaixo como encontrar o equilíbrio ideal entre rentabilidade e risco na hora de escolher os melhores investimentos para você:

É necessário comparar os riscos e a rentabilidade?

Um dos erros dos investidores é avaliar somente o grau de rentabilidade proporcionado por um determinado investimento sem considerar os riscos.

Digamos que existam dois tipos de investimentos diferentes: no primeiro, há uma rentabilidade garantida de R$ 10.000,00; no segundo, há uma possibilidade de 90% de receber R$ 12.000,00; e um risco de 10% de perder esse mesmo valor.

Aparentemente, a segunda opção se apresenta mais vantajosa, mas ela envolve um risco que, apesar de ser um percentual menor, pode se tornar real. É fundamental calcular o ponto de equilíbrio certo entre rentabilidade e risco.

Qual o ponto de equilíbrio ideal entre rentabilidade e risco?

Vamos analisar outro exemplo: digamos que investisse R$ 200,00, mas perdesse 15% do valor investido. Teria, então, R$ 170,00.

Para recuperar seu capital e retornar ao montante original, você precisaria de quanto?

De 15%? Não.

A fórmula correta para calcular aquele valor é:

Saldo x (1 + percentual de perda) = capital inicial

Assim, 170 x (1 + 0,15) = 195,5. Ou seja, 15% não são suficientes para recuperar o capital.

Basta usar a mesma fórmula para saber a porcentagem ideal:

  • 170 x (1 + x) = 200;  
  • 1 + x = 200 / 170;  
  • 1 + x = 1,176;  
  • x = 1,176 – 1;  
  • x = 0,176;  
  • x será, portanto, de aproximadamente 18%.  

Você conhece o tripé dos investimentos?

Os investimentos assentam-se, na verdade, sobre três pilares que precisam ser considerados na hora de escolher os melhores investimentos: rentabilidade, riscos e liquidez.

Geralmente, há uma relação direta entre rentabilidade maior e menor liquidez, considerando que é mais difícil gerá-la com um valor alto em um prazo mais curto.

Investimentos de baixa liquidez podem ser retirados a qualquer tempo, sem a necessidade de esperar muito. Para conseguir maiores rendimentos, muitas vezes é preciso esperar mais, — o saque antecipado envolve, na maioria das vezes, perda de dinheiro.

Quanto aos riscos, a ideia que o investimento precisa, obrigatoriamente, envolver riscos altos para proporcionar boa rentabilidade é equivocada. Investir pensando no longo prazo é um excelente meio de se obter boas rentabilidades e não correr grandes riscos bastando, para tanto, estar disposto a investir em aplicações sem muita liquidez.

O que acha dos investimentos florestais?

Uma boa opção para quem deseja equilibrar rentabilidade e risco são os investimentos florestais. Trata-se de um investimento sustentável que oferece retornos atrativos, aplicando dinheiro na plantação de madeiras nobres em áreas devastadas.

Como a necessidade por madeira na construção e em outras áreas é elevada, os investimentos florestais ajudam a suprir a demanda de mercado. Ao mesmo tempo, contribuem para renovar áreas florestais, reduzir o desmatamento e o aquecimento global, e ainda, disseminar a educação ambiental.

Nos últimos 25 anos, essa aplicação financeira tem rendido aproximadamente 14% ao ano, o que representa uma rentabilidade superior à da maioria dos títulos públicos. por exemplo.

Os rendimentos são repassados ao investidor quando as árvores atingem o ponto de corte e a madeira é vendida. Basta comprar os títulos por meio de crowfundings florestais, processos de captação de recursos realizados pela Radix Investimentos Florestais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social Media

POstagens populares

Fique sempre atualizado!

Se inscreva em nossa newsletter para acompanhar novas atualizações

Sem spam, notificações apenas sobre novos produtos, atualizações.

Categories

POsts relacionados